What kind of FEAR is holding you back?

How can we know if we are being controled by FEAR?

In the book ” Outwitting the Devil”, the author, Napoleon Hill makes a unexpected and very interesting interview with no one less than, the Devil! hahaha

Hard to believe, right?

I don’t know if you believe in spiritual forces but fact is : This book brings to us, deep and consistant revelations about how our minds works and what (or who) can influence us to follow the path of “positive mindset” or the “pessimistic one”, that is controled by fear!

The interesting thing about this book is it really makes us to think about our own lives and how our choices brought us till where we are! Did you already stoped to think about that?

In the interview, the Devil talks about 6 fears by wich, he controls 98% of humanity!

So let’s check it out and see if any of those fears are controling us right now!

1.Fear of poverty: Here he talks how most of people don’t even think in long terms to chose their jobs or carreers in life! Most of us are just concerned about survival: pay the bills is what matters, right?

The person who is controled by fear of poverty don’t take any risks to live their dreams.

They only think about their difficulties and how is hard to acomplish all those goals and dreams they used to have! So, they just give up and live to survive, instead of making something great!

2. Fear of criticism: I think all of us have or at least already had fear of criticism,right? Even when we don’t realize it.

For me that was not too obvious cause I used to fake(even to myself) that I did not cared with others people’s opinion. But when I started to think about vulnerability, I found out that I was completely wrong!

How often we are brave enough to show our flaws, or share our darkests moments with others, asking for help?!

Most of us are just trapped in the fear of criticism!

The only way we can get out of it is to discover our true identity, with a (big) help of our Father, learning to listen,every day, who we are through His eyes!

When we finally found out that we are loved and cared, we don’t need to be afraid of what people think about us! It is a process, but is definitely possible!

3.Fear of sickness: How many of us already became paranoic with some information got from the internet about bad habits for our health, new diseases or epidemics? Would you go to a country that is facing one of that, to help others?

I don’t even want to talk about hypochondria, cause that it’s another level of discussion.

I know is pretty much reasonable to be cocerned about our health! But when it becomes a barrer to live dreams or help others, it is time to consider if you are not being slaved by this fear!

4. Fear of losing “love”: This is one of the most tricky fears in our generation, cause it’s to close of fear of losing approval!

The need of love is one of the basics necessities of human being, but if we are not careful it can mislead us to a wrong understanding of love!

I think this generation is the most needy for attention of all times and they tend to get confused by a lot of feelings, getting to the point of calling anything “love”!

We are created for relationship! God formed us to relate with each other, but fisrt of all, to have a close relationhip with Him!

No one can satisfy our needy for love like Him and, when we try to replace that for another things or “kinds “of love, things get really messy and complicated in our lives.

If you live always afraid of losing someone, cause you don’t want to face loneliness, you probably did not find out who you really are yet! But the good news is: You can always ask it for your Creator!

5. Fear of getting older: In times when the sthetics beauty, being young and perfect is idolized, it’s pretty understandable why people are controled by this fear!

I have to admit that I usually think about that: How it will affect me, how I gonna face my life in my old age!

But I think that, when we are living for a clear purpose and guided by faith, practicing a positive mindset, we can deal with all struggles of life no matter how old we are!

And the brighter side of this is: if you have a purpose in your life and you pursue it, the adversties of the path will make you a wiser person( if you seek for wisdom, of corse!). And wisdom ONLY COMES with time!

Sometimes we are so confortable with our status quo, that we don't even ask what keeps us away from our goals and dreams! know more about the comon fears that used to hold us back helps us to set free from this slavery mindset!

6. Fear of death: Yes, most of people have this kind of fear! Thank God, I am free of this one cause, through Jesus I already died to this world and I am walking towards eternal life! =)

However, for many many people this is a REAL FEAR. “What comes next? Is God really real? All the ways leads to God?” All these questions can fill a person’s mind and slave them with the fear of death.

The science is always trying to get away of it or, at least, create a option to get us far as possible from death, right? But no one can beat death!

Well, actually, I know someone that already overcame death and all it’s glory. Yes, we have Jesus to helps us to deal with this fear,cause He already defeated death for us!

For those who are in Him, there is no second death. We already died to this world when we surrendered our lives to HIM! Yay

I don’t know what you think about it, but I really believe that Jesus is the greatest option we have to beat the fear of death (and actually, is the only one!).

That’s all guys! I hope this post can help you to analyse if you are carrying some of those fears inside your heart. I pray that God helps you to get out of this cage of fear, to live free and involved by His love!

Have I not commanded you? Be strong and courageous. Do not be afraid; do not be discouraged, for the Lord your God will be with you wherever you go.” Joshua 1:9

*********************************************************************************

Quais medos estão te segurando?!

Como podemos saber se estamos sendo controlados pelo MEDO?

No livro “Mais esperto que o Diabo”, o autor Napoleon Hill faz uma entrevista inesperada e muito interessante com ninguém menos que, é claro, o Diabo! hahaha

Difícil de acreditar, certo?

Eu não sei se você acredita em forças espirituais, mas o fato é: Este livro nos traz revelações profundas e consistentes sobre como nossas mentes funcionam e o que (ou quem) pode nos influenciar a seguir o caminho da “mentalidade positiva” “ou a pessimista, que é controlada pelo medo!

O interessante deste livro é que realmente nos faz pensar em nossas próprias vidas e como nossas escolhas nos levaram até onde estamos! Você já parou para pensar sobre isso?

Na entrevista, o diabo fala sobre 6 medos pelos quais ele controla 98% da humanidade!

Então vamos dar uma olhada e ver se algum desses medos está nos controlando atualmente!

1.O medo da pobreza: Aqui ele fala como a maioria das pessoas nem sequer pensa em longo prazo para escolher seus empregos ou carreiras na vida! A maioria de nós está preocupada apenas com a sobrevivência: pagar as contas é o que importa, certo?

A pessoa que é controlada pelo medo da pobreza não se arrisca a viver seus sonhos. Eles só pensam em suas dificuldades e em como é difícil alcançar todos os objetivos e sonhos que costumavam ter! Então, eles simplesmente desistem e vivem para sobreviver, em vez de fazer algo incrível!

2. Medo de críticas: Acho que todos nós temos ou pelo menos já tivemos medo de críticas, certo? Mesmo quando não percebemos isso.

Para mim, isso não era muito óbvio, porque eu costumava fingir (até para mim) que não me importava com a opinião de outras pessoas. Mas quando comecei a pensar em vulnerabilidade, descobri que estava eu completamente enganada!

Quantas vezes somos corajosos o suficiente para mostrar nossas falhas ou compartilhar nossos momentos mais sombrios com os outros, pedindo ajuda?!

A maioria de nós está presa no medo de críticas!

A única maneira de nos livrarmos disso é descobrindo nossa verdadeira identidade, com a (grande) ajuda de nosso Pai, aprendendo a ouvir todos os dias quem somos através de Seus olhos!

Quando finalmente descobrimos que somos amados e cuidados, não precisamos ter medo do que as pessoas pensam de nós! É um longo processo, mas é definitivamente possível!

3.O medo de adoecer: Quantos de nós já se tornaram paranoicos com algumas informações obtidas da Internet sobre maus hábitos para a nossa saúde, novas doenças ou epidemias?

Você iria para um país que está enfrentando uma grande epidemia, para ajudar os outros?

Eu nem quero falar sobre hipocondria, porque é outro nível de discussão.

Eu sei que é bastante razoável se preocupar com a nossa saúde! Mas quando se torna um obstáculo para viver nossos sonhos ou ajudar os outros, é hora de considerar se você não está sendo escravizado por esse medo!

4. Medo de perder o “amor”: Este é um dos medos mais complicados da nossa geração, pois é muito próximo do medo de perder aprovação!

A necessidade por amor é uma das necessidades básicas do ser humano, mas, se não tomarmos cuidado, isso pode nos enganar para uma compreensão errada do amor!

Acho que esta geração é a mais carente de atenção de todos os tempos e eles tendem a se confundir em meio a tantos sentimentos, chegando ao ponto de chamar qualquer coisa de “amor”!

Somos criados para o relacionamento! Deus nos formou para nos relacionarmos, mas primeiro de tudo, para ter um relacionamento próximo com Ele!

Ninguém pode satisfazer nossas necessidades por amor como Ele e, quando tentamos substituí-lo por outras coisas ou “tipos” de amor, as coisas ficam realmente complicadas e confusas nas nossas vidas.

Se você vive sempre com medo de perder alguém, porque não quer enfrentar a solidão, provavelmente ainda não descobriu quem você realmente é! Mas a boa notícia é que: você sempre pode perguntar isso ao seu Criador!

5. Medo de envelhecer: Nas épocas em que a beleza estética, a juventude e a perfeição são idolatradas, é compreensível que as pessoas sejam controladas por esse medo!

Tenho que admitir que geralmente penso nisso: como isso me afetará, como vou encarar minha vida na velhice!

Mas acho que, quando estamos vivendo com um propósito claro e guiados pela fé e uma mentalidade positiva, podemos lidar com as lutas da vida, não importa quantos anos tenhamos!

E o melhor disso tudo é: se você tem um objetivo em sua vida e o persegue, os tropeços no caminho te ensinarão a ser uma pessoa mais sábia (se você buscar por sabedoria). Porque, no fim das contas, a sabedoria só vem com o tempo!

6. Medo da morte : Sim, a maioria das pessoas tem esse tipo de medo!

Graças a Deus eu estou livre deste, porque, através de Jesus, eu já morri pra este mundo e estou caminhando em direção à vida eterna!

No entanto, para muitas pessoas, esse é um MEDO REAL. “O que vem a seguir? Deus é realmente real? Todos os caminhos levam a Deus?” Todas essas perguntas podem encher a mente de uma pessoa e escravizá-la com o medo da morte.

A ciência está sempre tentando descobrir uma maneira de se livrar da morte ou, pelo menos, criar uma opção para nos afastar o mais tempo possível dela, certo? Mas ninguém pode vencer a morte!

Bem, na verdade, eu conheço alguém que já superou a morte e toda a sua glória!

SIM, temos Jesus para nos ajudar a lidar com esse medo, porque Ele já a venceu por nós!

Para aqueles que estão Nele, não há segunda morte. Nós já morremos para este mundo quando entregamos nossas vidas a Ele! uhuu

Eu não sei o que você pensa sobre isso, mas eu realmente acredito que Jesus é a melhor opção que temos para vencer o medo da morte (e na verdade é a única!)

Isso é tudo pessoal!

Espero que este post possa ajudá-lo a analisar se você está carregando alguns desses medos dentro do seu coração. Oro para que Deus ajude você a sair desta prisão chamada medo, e a viver livre e envolvido por Seu amor!

Não fui eu que ordenei a você? Seja forte e corajoso! Não se apavore nem desanime, pois o Senhor, o seu Deus, estará com você por onde você andar”.
Josué 1:9

God’s will: good, perfect and pleasant ???

Hello friends!

We,brazilians, are living in a chaotic scenario these lasts years, a real fight of egos, disguised as politic ideology.

That made me begin to think about the will of God!

How often we ask it to be fulfilled, but wishing it would be same as ours?!

The Bible tells us that His will is good, perfect and pleasing, but sometimes it is not what it SEEMS to be.

God’s will generally does not match the setting and conditions we imagined would coincide, for it would be fulfilled.

I have already told here a little bit about my story, about how I started to guide myself by God’s will, how I ended up in a mission school and then I made one of the most incredible trips of my life! (and certainly the hardest!)

When I went to this school I had a very different image in my head about how it would be, I thought: well, I’m going to a place where everyone is seeking God, a Christian environment, a very different one from everything I know.

With this also came a paradigm: that in the “christian’s scene” people are “perfect” all the time: do not make mistakes, nor are they selfish.I’m not saying I was completely disappointed!

I surely found, a very friendly and favorable environment for God’s move, I learned things that I did not imagine would worked that way and I met many inspiring and incredible people.

But,since I came from a completely different scenario, where I used to have my own space (cause I lived by myself) and doing what I wanted, when I wanted it, I soon had to face a “coexistence shock”.

Some times, I was stressed because the people who shared the house with me (during the theoretical period on a farm) were not organized and focused on cleanliness as I was.

In another moment, they complained with me, because I listened to music out loud all the time, and I did not like it.

We were also charged to perform a daily task, which in my case was cleaning the students’ homes along with a group of girls. And on a number of occasions, I felt indignant because people did not do their jobs as they agreed and then I also started to question my task: why am I going to work hard if no one cares to do their part?

Anyway, in addition to these superficial issues I also went through serious conflicts during the trip (outreach) with my group.

Often, because the girls in my room did not respect the silence at bedtime and at other times because I was charged for not being helpful in something they thought I should be doing.

On another occasions, I rebelled against the attitude of my leadership, which for me, was tottaly different when it came to dealing with me, compared to the rest of the group.

The point is: human being is full of failures and contradictions, and sometimes it is difficult to prioritize empathy.

I definitely had a hard time putting myself in another person’s shoes in many different situations. And for me, at that moment, it was because nobody was putting theirs in my place either.

Why am I talking all this?

Because many times I questioned the will of God and I asked him:

“Really God? Why did you bring me here, to get through it? I thought it would be all wonderful and nice but the truth is I’m being slaughtered here!”

The truth, my dear friends, is that in most of the time, doing the will of God hurts! It hurts because takes us out of our comfort zone and confronts our ego!

The will of God turns our certainties and concepts upside down, it makes us swim against the flow!

For me, I can say that it was difficult because I spent years believing in lies: That the world was unjust and selfish and so I should act accordingly:” why bother with people who do not care about me?”

Or ” I’m alone on this boat! I need to fight for what I want!”

I always believed, that I should revolt against everything I did not agree with, that it was the way out for me, but the truth is: in a world where everyone is already discredited in the goodness and love of human beings, seeking only for self-realization, revolt in that way is just following the flow, it is not a revolt at all!

The kingdom of God is upside down! This is very tricky, because the word of God asks us not to conform to the standards of this world! In other words, revolt! ( Romans 12:2)

But the revolt of the citizens of the Kingdom of God has nothing to do with the pattern of revolt preached by the world!

And,this kind of thought,was what I had to fight against for a long time, because I was taught by all the ways to think exactly the opposite to how God wants us to think!

It’s not about a revolt that wins things by force or externalizing frustration!

The revolt of the children of God is against hatred and indifference!

Jesus told us that we would be recognized as His people by LOVE. (John 13:35- difficult task, right?)

Turning back to the beginning, analyzing this undermined scenario in which we walk, with a polarized and increasingly enraged nation, what is our role as citizens of the Kingdom?

Make moralistic speeches? Yelling for the right to arm ourselves to defend our family? Dump hate against those who defend their ideology?

It is true that as Christians, we must be very well positioned, according to the truth of the God’s words, revealed to us!

We should not accept everything that is happening with our arms crossed, as if it was not part of our daily life.

However, I think that God sometimes allows chaos, He lets things get really messed up, before a big intervention!

But no matter what happens, He has everything under control.( So we don’t need to go crazy lol)

Our role as Christians is not just exercise our rights as citizens of this world, but most important, to exercise our duties as citizens of the Kingdom.

Citizens who win hearts by announcing the good news, which say “Hey, don’t worry, your debt has already been paid, you are free!”

People who walks with their eyes fixed on Jesus and let him do things on His way!

But this way does not come with inflamed and enraged speeches. His ways will not always be the way we want!

In fact, it will usually be the hardest way (the path that teaches us to serve instead of being served), but it will draw more of us, teaching us to be resilient.(” If anyone slaps you on the right cheek, offer the other one”)

It is time to seek more the Kingdom of God and believe that all other things will be given to us!

It is hard to be humble sometimes, and recognize our flaws and pride, but God gives us GRACE to go through it!

May our zeal to proclaim the truth of Christ be so intense and even greater than the fervor with which we defend our political ideals or our point of view!

It’s time to wake up, the greatest harvest in history is about to happen! We are called to prophesy over a valley of dry bones and see it become an army!(to read :Ezekiel 37)

******************************

Vontade deDeus: Boa,perfeita e agradável?

(Romanos 12:2)

Em meio a esse cenário caótico, que estamos vivendo no Brasil, em uma verdadeira briga de egos, disfarçados de ideologia política, eu comecei a refletir sobre a vontade de Deus!

Como, às vezes, pedimos que ela se cumpra, mas esperanfo que ela seja a mesma que a nossa!

A bíblia nos diz que Sua vontade( a de Deus) é boa perfeita e agradável, mas às vezes, NÃO é isso que PARECE.

A vontade de Deus geralmente, não coincide com o cenário e as condições que nós imaginávamos que coincidiria, para que ela se cumpra.

Eu já contei aqui um pouco da minha história, sobre como eu comecei a me guiar pela vontade de Deus, como fui parar numa escola de missões e fiz então uma das viagens mais incríveis da minha vida! (e com certeza a mais difícil!).

Quando eu fui pra essa escola eu tinha uma imagem bem diferente na minha cabeça sobre como seria, eu pensava: bom, eu vou pra um lugar onde todos estão buscando a vontade Deus, um ambiente cristão e muito diferente de tudo que eu conheço.

Com isso também veio um paradigma: de que no meio cristão as pessoas são “perfeitas”o tempo todo, que não cometem equívocos, nem são egoístas.

Não estou querendo dizer que me decepcionei completamente! Eu encontrei sim, um ambiente muito amigável e favorável ao mover de Deus, eu aprendi coisas que eu não imaginava que funcionavam daquela forma e conheci sim, muitas pessoas inspiradoras e incríveis.

Mas como eu vinha de um cenário completamente diferente, onde eu estava acostumada a ter meu espaço (eu morava sozinha) e fazer o que queria, quando eu queria, porque a casa era minha, logo eu tive um “choque de convivência”.

Em alguns momentos eu me estressei porque as pessoas que dividiam a casa comigo(durante o período teórico, que ocorreu numa fazenda) não eram tão organizadas e focadas em limpeza quanto eu.

Em outros momentos, reclamavam porque eu ouvia música alta o tempo todo, e eu não gostei da crítica.Nós também éramos cobrados a realizar uma tarefa diária, que no meu caso, era a limpeza das casas dos alunos, juntamente com um grupo de meninas.

E em várias ocasiões, eu me senti indignada porque as pessoas não desenvolviam suas tarefas conforme o combinado e então, eu também passei a questionar minha tarefa: porque eu vou ficar me matando se ninguém se importa em cumprir sua parte?

Enfim, além dessas questões superficiais eu também passei por conflitos muitos durante a viagem prática, com o meu grupo.

Muitas vezes porque as garotas do meu quarto não respeitavam o silêncio na hora de dormir e em outros momentos porque eu era cobrada por não estar ajudando em algo que elas achavam que eu devia estar fazendo.

Em outras ocasiões, eu me revoltei com a postura da minha liderança, que pra mim era diferente quando se tratava de lidar comigo, em relação ao resto do grupo.

O ponto é: o ser humano é cheio de falhas e contradições, e por vezes é difícil priorizar a empatia.

Eu mesma tive muita dificuldade em me colocar no lugar do outro em diversas situações, e pra mim,naquele momento, era porque ninguém estava se colocando no meu também.

Por que eu estou falando tudo isso? Porque muitas vezes eu questionei a vontade de Deus! Eu perguntava: “sério Deus? Por que você me trouxe aqui, pra passar por isso? Eu pensei que seria tudo lindo e harmonioso, mas a verdade é que to sendo massacrada aqui!”

A verdade, meus queridos, é que na maioria das vezes, fazer a vontade de Deus dói! Dói porque nos tira da nossa zona de conforto e confronta o nosso ego!

A vontade de Deus vira as nossas certezas e conceitos de cabeça pra baixo, ela nos faz nadar contra a correnteza!

Por mim, eu posso dizer que foi difícil porque eu passei anos acreditando em mentiras: que o mundo era injusto e egoísta e por isso eu deveria agir de acordo, por que me preocupar com pessoas que não estão nem aí pra mim?

Eu to sozinha nesse barco! Eu tenho que brigar pelo que eu quero!

Eu sempre acreditei que, se revoltar contra tudo que eu não concordava era a saída pra mim, mas a verdade é que, num mundo em que todos já estão desacreditados na bondade e na empatia dos seres humanos, e estão buscando somente a própria realização, o “se revoltar” é, na verdade, só seguir o fluxo, não é uma revolta!

O reino de Deus é de ponta cabeça! Isso é muito louco, porque a palavra de Deus nos pede para não nos conformar com os padrões deste mundo! Ou seja, revolte-se!

Mas a revolta dos cidadãos do Reino de Deus não tem nada a ver com o padrão de revolta pregado pelo mundo! E foi com esse pensamento que eu tive que lutar por muito tempo, porque eu fui ensinada de todos os lados a pensar exatamente de forma contrária a como Deus deseja que pensemos!

A palavra não fala sobre uma revolta que ganha as coisas pela força ou pela frustração extravasada!

A revolta dos filhos de Deus é contra o ódio e a indiferença e Jesus nos disse que seríamos reconhecidos como seu povo pelo AMOR. (João 13:35- tarefa difícil né?)

E, voltando ao início, analisando esse cenário minado em que caminhamos, com uma nação polarizada e cada vez mais enraivecida, qual é o nosso papel como cidadãos do Reino?

Fazer discursos moralistas ou gritar pelo direito de se armar para defender nossa família?

Despejar ódio contra os que defendem sua ideologia?

É verdade que, como cristãos devemos estar muito bem posicionados de acordo com a verdade que a Palavra nos revela, não devemos aceitar tudo que está acontecendo de braços cruzados, como se isso não fizesse parte do nosso cotidiano.

Mas o que eu penso é que, Deus, às vezes, permite o caos. Ele permite que as coisas fiquem realmente ruins antes de intervir. Mas não importa o que aconteça, Ele tem tudo sob controle.( Logo, não precisamos enlouquecer! rs)

Nosso papel como cristãos é exercer sim, nossos direitos como cidadãos nesse mundo, mas acima de tudo, exercermos nossa função como cidadãos do Reino.

Cidadãos que ganham corações pelo anúncio das boas-novas, que dizem “ei, não se preocupe, sua dívida já foi paga, você é livre!”, que caminham com os olhos fixos em Jesus e deixa que ele faça as coisas à Sua maneira!

Só que essa maneira não vem com discursos inflamados, cheios de raiva.

E nem sempre vai ser pelo caminho que desejamos, pelo contrário, geralmente vai ser pelo percurso mais difícil ( o caminho que nos ensina a servir ao invés de ser servido), mas que vai extrair mais de nós, nos ensinar mais.( “Ofereça a outra face!”)

É tempo de buscarmos mais o Reino de Deus e acreditar que todas as outras coisas nos serão acrescentadas!

É difícil ser humilde às vezes, reconhecendo nossas falhas e o orgulho. Mas o Senhor nos concede graça pra enfrentar todos os momentos!

Que o nosso fervor pra anunciar a verdade de Cristo seja tão intenso e até maior do que o fervor com o qual defendemos nossos ideais políticos e nosso ponto de vista!

É tempo de despertar, a maior colheita da história está pra acontecer! Somos chamados para profetizar sobre um vale de ossos secos e vê-lo se transformar num exército! (Ezequiel 37)

Pra ler ouvindo: “Guerra-Os Arrais” =)*************************************************************************************

God’s silence: The In-Beteween of His promises!

I think all of us already experienced frustration and lack of trust regarding of God’s silence! Or even  when we can’t really understand what He is doing at some point of our lives.

It is easy to get frustrated because we are, most of the time, impatient souls and we just want to things happens in our own ways, all the time!

When I got back home, after my first experience with God’s personal calling for me, I was overhelmed and relieved at the same time!

I had experienced incredible things but also difficult and disappointing things on this trip so I needed some time to process everything that happened there!

After a few months, I began to pray for a new direction! I thought I was ready for a new time of challenges, so I used to pray: Father, show me what to do now, show me where should I  go!

I was, after all, bored again! I did not want to be at home just “living a normal life” with my family, but God had different plans for me, so He made silence for (what would seemed like) a long time!

It took me a while to realize that I was not ready to leave again! God was working in my family and healing some deep wounds inside me. He was using my story and experience to inspire people around, but I did not realize it for several months.

Then, when I finally understood that God was preserving me from disappointment and hard times again, I felt relief! I began to see clearly: I was surrounded by people who, despite their problems and flaws, really cared about me!

And I needed to learn to see the opportunities that God was giving me to work for the kingdom in simple ways, like talking with people about my experiences, sharing hope!

So, I want you to consider this with me for a moment: When God is in silence, He is working some things in us, preparing us for the next season, working on our character and watching how we react when we don’t know what to do next! Will we continue to trust and seeking Him?!

I confess that sometimes I felt frustrated and angry because things did not go as I expected, but after all, I would run to Jesus again to weep,repent and wait for His will for my life.

I knew He had promises for me so, when I brought the memory of it in my mind, it helped me to keep walking on faith!

However, I need to tell you something: There are times when God will rebuke us for complaining too much and for not take some actions in our lives!

Once, He said to me: “You must stand and go for it, finish what You’ve started! What are you waiting?”

At that moment, I felt shocked and angry, but after a few hours  thinking about what He said, I began to understand that He was absolutely right(haha, of course) and He was being hard on me for my own good!

We can not just sit and weep and then expect that God will do everything for us!

So my advice for you today, if you are struggling with doubts and silence from God is: keep going! Do what you know that is right, what is already in your heart!

You will only see God moving when you take the first step and start walking in confidence! That’s faith, that’s trust in His love and plans for us! So, take a chance  and see what happens!

I know that we are facing hard times right now, the world is drenched in fear and doubt, but that is right time for us, as the body of Christ ,to use all the oportunities we have to discover, build and walk in our purpose!

Despite of not being able to walk around all the time like we used to, we still can practice our faith more than ever and help those who are around us to walk closer to God and have hope. Share your heart with them!

We can’t understand what God is doing right now, but the truth is, that no matter what happens, He never stops working on His plans for you and for His church! So it will, definetelly, be fulfilled, at the right moment!

 “24 For in this hope we were saved. But hope that is seen is no hope at all. Who hopes for what they already have? 25 But if we hope for what we do not yet have, we wait for it patiently.” Romans 8:24-25

********************************************************************************

Acho que todos nós já experimentamos frustração e falta de confiança em relação ao silêncio de Deus! Ou mesmo quando não conseguimos realmente entender o que Ele está fazendo em algum momento de nossas vidas.

É fácil ficar frustrado porque somos, na maioria das vezes, almas impacientes e só queremos que as coisas aconteçam do nosso jeito, o tempo todo!

Quando voltei para casa, após minha primeira experiência com o chamado pessoal de Deus por mim, fiquei super emocionada e aliviada ao mesmo tempo!

Depois de alguns meses, comecei a orar por uma nova direção! Eu pensei que eu estava pronta para uma nova temporada em campo, então eu costumava pedir a Deus: Pai, mostre-me o que fazer agora, mostre-me para onde ir!

A verdade é que eu estava entediada novamente, eu não queria estar em casa “ministrando” minha família, só que Deus queria algo diferente de mim, então Ele fez silêncio por (o que pareceu)  um longo tempo!

Eu demorei um pouco para entender que não estava pronta para sair de novo! Deus estava trabalhando na minha família e curando algumas feridas profundas dentro de mim. Ele estava usando minha história e experiência para inspirar as pessoas ao redor, mas não consegui perceber isso por vários meses.

Então, quando eu  finalmente entendi que Deus estava me preservando de tempos difíceis novamente, senti alívio! Comecei a enxergar com clareza: eu estava cercada de pessoas que, apesar de seus problemas e falhas, realmente se importavam comigo! E eu precisava enxergar as oportunidades que Deus estava me dando para trabalhar pelo reino de maneiras simples, como contar às pessoas a minha história!

O que eu quero mostrar com tudo isso é: quando Deus fica em silêncio, Ele quer algumas coisas de nós, como por exemplo: nos preparar para a próxima temporada, trabalhar em nosso caráter e ver como reagimos quando  não sabemos o que fazer! Será que vamos continuar confiando e buscando-o?

Eu confesso que, às vezes me senti frustrada e com raiva porque as coisas não correram como eu esperava, mas depois de tudo eu corria para Jesus novamente, para chorar e esperar que Sua vontade se cumprisse em minha vida.

Eu sabia que Ele tinha( e tem!) promessas para mim, então a lembrança disso me ajudou a continuar acreditando!

Mas eu tenho que contar: Em alguns momentos, Deus vai nos repreender por reclamar demais e por não  tomar algumas iniciativas na nossa vida!

Certa vez, Ele me disse: “Você precisa agir, termine o que você começou, por que você ainda tá esperando?

Naquele momento, fiquei chocada e brava, mas depois de algumas horas refletindo, eu comecei a entender que, Ele estava absolutamente certo e estava sendo duro comigo para o meu próprio bem! Não podemos simplesmente sentar e chorar e depois esperar que Deus faça todo o resto!

Então meu conselho para você que está lutando com dúvidas e com o silêncio de Deus é: Continue CAMINHANDO! Corra alguns riscos (Deus sempre me diz isso!) Você só verá Ele se movendo quando der o primeiro passo e começar a andar! Isso é fé, isso é confiar em Seu amor e planos para nós!

Sei que estamos enfrentando tempos difíceis agora, o mundo está encharcado de medo e dúvida, mas é o momento certo para nós, como corpo de Cristo, usar todas as oportunidades que temos para descobrir, construir e andar em nosso propósito. !

Apesar de não sermos capazes de andar o tempo todo por aí, como estávamos acostumados, ainda assim podemos praticar nossa fé mais do que nunca e ajudar aqueles que estão ao nosso redor a se aproximarem de Deus e a terem esperança. Compartilhe seu coração com eles!

Não podemos entender o que Deus está fazendo agora, mas a verdade é que, não importa o que aconteça, Ele nunca pára de trabalhar nos Seus planos para nós e para a Sua  igreja! Então, definitivamente, ele será realizado, no momento certo!

Apenas siga em frente e veja o que acontece!

Pois nessa esperança fomos salvos. Mas, esperança que se vê não é esperança. Quem espera por aquilo que está vendo?
Mas se esperamos o que ainda não vemos, aguardamo-lo pacientemente.” Romanos 8:24-25